Conheça as maiores igrejas evangélicas do mundo

Igreja do Evangelho Pleno de Yoido é frequentada por 480 mil fiéis semanalmente.

A organização cristã Leadership Network, que faz avaliações periódicas da situação das igrejas no mundo, fez recentemente um levantamento sobre os maiores templos evangélicos do mundo.

Se nos anos 1980, quando o conceito de megaigreja surgiu, o tamanho mínimo de uma “mega” era 3 mil membros, hoje esse número aumentou exponencialmente. Entre as maiores igrejas norte-americanas, os números variam entre 30.000 e 40.000 pessoas por semana nos cultos. Contudo, o banco de dados compilado pelo pesquisador Warren Bird, mostra que algumas tendências estão em crescimento.

  • 62% possuem vários locais de culto (multisite) – eram 46% cinco anos atrás
  • 30% possuem uma igreja on-line, que oferece mais do que transmissão dos cultos
  • 57% servem a ceia todo culto, ou várias vezes por mês, como parte de louvor
  • A maioria dos membros “concorda totalmente” que sua igreja tem uma missão e propósitos bem claros, algo raro nas igrejas menores.

Os pesquisadores afirmam que a maior igreja do mundo continua na Ásia, mais especificamente na Coreia do Sul. Não há rival em tamanho para a Igreja do Evangelho Pleno de Yoido, em Seul, que possui 480.000 pessoas frequentando toda semana.

Fundada em 1958 pelo pastor Paul Yonggi Cho, continua ligada às Assembleias de Deus da Coreia. Desde 2008 ela é liderada pelo pastor Young Hoon Lee. Ela começou na sala de estar na sala dos fundadores e hoje possui diferentes locais de culto, inclusive fora da Coreia. Todos eles são interligados, mas pertencem ao mesmo ministério.

Para efeitos de comparação, a segunda maior megaigreja da Coreia é a Onnuri Community Church, de linha presbiteriana, com 75.000 pessoas frequentando semanalmente. Ao total, existem 38 megaigrejas no país.

Contudo, o economista e pregador Zhao Xiao afirma que, por ser considerada ilegal, pouca gente sabe que a maior igreja do mundo estaria na China. Ele afirma que há uma igreja na China que compreende de 100.000 congregações, onde cada congregação é formada por uma média de 50 pessoas. Logo, o número total de membros ultrapassa cinco milhões. Como ela não tem um templo oficial, acabou não sendo contabilizada no levantamento a Leadeship Network.

Na África, os investigadores relatam que a maior igreja da região é o Ministério de Vida Cristã Profunda. Sediada na Nigéria, é uma igreja pentecostal que não está ligada a nenhuma denominação. Ela congrega 75.000 por semana. Ao total, são 25 megaigrejas nigerianas.

Berço do movimento missionário mundial do século 19, a Europa vive um declínio na frequência das igrejas. Uma exceção é a Igreja da Fé, localizada na Hungria. Liderada pelo pastor Sandor Nemeth, o templo pentecostal tem uma frequência média semanal de 8.000.

No continente americano, os Estados Unidos lideram no número de megaigejas, que passa de 200. Contudo, o maior templo é da Lakewood, que congrega 42 mil. Já na América Central, com população bem menor, destaque para a Missão Cristiana Elim, em El Salvador, com frequência semanal de 50.000.  Ela já abriu quase 100 igrejas-filhas nos Estados Unidos, Canadá, Guatemala, Honduras, Peru, Espanha e Austrália.

Mesmo assim, o maior templo evangélico do continente é a “Cidade Mundial”, da Igreja Mundial do Poder de Deus, com frequência de 150 mil pessoas. Já o maior em espaço construído é o Templo de Salomão, pertencente à Igreja Universal do Reino de Deus, com a capacidade de reunir 10 mil por culto. Erguido em uma área de 35 mil m², equivalentes a cinco campos de futebol, tem uma área de pavimentos de 100 mil m² – quatro vezes o tamanho do Santuário de Aparecida, o maior templo católico. Os dois tempos ficam no Brasil, mas não há levantamentos de quantas são as megaigrejas brasileiras.

Do outro lado do mundo, vem da Oceania o famoso ministério da Igreja Hillsong. Com sede na Austrália, sua frequência média semanal passa de 30.000. Segundo o site da denominação, suas igrejas em todo o mundo reúnem mais de 100.000.

Existem Hillsongs nos EUA, na Inglaterra, França, Suécia, África do Sul, Rússia e Ucrânia. Em breve uma filial brasileira deve ser inaugurada em São Paulo. Com informações Christian Post




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *